segunda-feira, 18 de setembro de 2017

JOUKKOHAUTA - DEMO 2016

Depois de escutar e resenhar sobre a Ryhtiliike, agora é a vez da Joukkohauta. Essa demo lançada em 2016 é bem barulhenta, como a capa sugere, ou seja, o estrondo e o resultado de um ataque aéreo. Cinco bombas atômicas em forma de anti-música para te deixar chapado! 


After listening to and reviewing Ryhtiliike, now is the time to talk about Joukkohauta. This demo released in 2016 is very noisy as the cover art suggests, ie, the crash and the result of an air raid. Five atomic bombs in the form of anti music to drive you crazy!

Hardcore / Punk / Noise / D-Beat - Joensuu - Finlândia / Finland

RYHTILIIKE - RYHTILIIKE

Ryhtiliike é uma banda nova e este registro auto-intitulado foi lançado em 2016. Os caras detonam a música e seus ouvidos nas onze faixas presentes neste disco. Som de guitarra macabro, vocais desesperados e bateria e pratos muito barulhentos. Muito bom, ou seja, o som do desastre (como uma criança e um avô segurando rifles). 


Ryhtiliike is a new band and this self-titled record was released in 2016. The guys detonate the music and their ears in the eleven tracks on this album. Macabre guitar sound, desperate vocals and drums with very noisy cymbals. Very good, that is, the sound of disaster (like a child and a grandfather holding rifles).

Hardcore / Punk - Finlândia / Finland
Facebook

sábado, 16 de setembro de 2017

GRAVE DESECRATOR - DUST TO LUST

A Grave Desecrator é uma banda violenta e profana e isso tudo mundo sabe, mas neste álbum lançado em 2016 chamado "Dust to Lust" isso está muito explícito, digo isso pois os caras aliaram influências do velho Slayer, Morbid Angel, Mystifier e sobretudo Sarcófago (a maior influência neste registro na minha opinião). Ou seja, a Grave Desecrator se mantém fiel as raízes do death/black metal neste álbum e isso é excelente. A arte de capa foi feita por Zbigniew M. Bielak (Mayhem, Watain etc). 

Grave Desecrator is a violent and profane band and everybody knows this, but, in this album released in 2016 called "Dust to Lust" this is very explicit, I say this because the guys allied influences of old Slayer, Morbid Angel, Mystifier and especially Sarcófago (the biggest influence on this record in my opinion). In other words, Grave Desecrator remains faithful to the roots of death/black metal in this album and that is excellent. Cover art by Zbigniew M. Bielak (Mayhem, Watain etc). 


Death Metal / Black Metal - Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
Facebook 
Homepage
Instagram
Metal Archives

SAMAEL - BLACK SUPREMACY

terça-feira, 12 de setembro de 2017

VAZIO - BESTA INTERIOR

WITH THE DEAD - ANEMIA [OFFICIAL]

EXTINCT EXIST - CURSED EARTH

As duas primeiras faixas que eu escutei desse registro em 2016 foram "Nightmare Strain" e "Scourge Amazonia" e fiquei bastante empolgado em ouvir o álbum completo (eu ouvi e continuando ouvindo pra caralho), pois essas duas faixas são agressivas, furiosas e diretas ao ponto e isso já era evidente primeira demo lançada pela Extinct Exist. "Cursed Earth" é composto por seis faixas sangrentas, na qual eu posso resumir o conjunto da obra algo como crustcore/crust punk metalizado, onde os riffs são muito pesados (excelente som de guitarras) e baixo/bateria acompanham toda a destruição com vocalização apocalítica. A arte de capa que representa as toxinas do ar que respiramos foi feita pelo Santiago Mazatl. Fodido!


The first two tracks I heard of this record in 2016 were "Nightmare Strain" and "Scourge Amazonia" and I was very excited to hear the full album (I've heard and kept listening) because these two tracks are aggressive, furious and direct to the point and this was already evident first demo released by Extinct Exist. "Cursed Earth" consists of six bloody tracks, in which I can summarize the whole of the album something like crustcore/metallic crust punk, where the guitars riffs are very heavy (excellent guitars) and bass/drums accompany all the destruction with apocalyptic vocals. The cover art that represents the air toxins we breathe was made by Santiago Mazatl. Very good!

Crustcore / Crust Punk - Melbourne - Austrália
Facebook
Blogspot

sábado, 9 de setembro de 2017

KORSFÄST - HOPPAS ALLT BLIR BRA

INEPSY - COUNTDOWN TO EXTINCTION

BEHEMOTH - CONQUER ALL

DARK FUNERAL - WHERE SHADOWS FOREVER REIGN

O último álbum que eu escutei da Dark Funeral com intensidade foi "Vobiscum Satanas" e isso já tem muitos anos, ou seja, eu cometi um erro, pois "Where Shadows Forever Reign" é um álbum muito bom (de fato eu escutei bastante esse novo registro durante os anos de 2016/2017 para poder dar uma opinião). Ok, vou ser bem direto nas palavras: "Where Shadows Forever Reign" é um álbum negro, maligno e frio, onde escuta-se um boa influência de Mayhem. A capa que ficou magnífica é um brilhante trabalho feito pelo Kristian Wåhlin (Necrolord). Enfim, escutando mais uma vez Dark Funeral e isso é bom!


The last album of Dark Funeral that I heard with great intensity was "Vobiscum Satanas" and this is already many years, that is, I made a mistake, because "Where Shadows Forever Reign" is a very good album (in fact I listened a lot to that new record during the 2016/2017 years to give an opinion). Ok, I will be very straightforward in the words: "Where Shadows Forever Reign" is a black, evil and cold album, where you can hear a good influence of Mayhem. The cover art that is simply magnificent is a brilliant work done by Kristian Wåhlin (Necrolord). Anyway, listening once again to Dark Funeral and that's good! 

Black Metal - Estocolmo / Stockholm - Suécia / Sweden
Facebook
Homepage
Instagram
Twitter
Metal Archives

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

TORTÜR - DEMO 2016

Outra banda nova barulhenta e boa. Esse trio de Los Angeles destruirá os seus ouvidos com as oito faixas que compõem essa demo. 


Another new band noisy and good. This Los Angeles trio will destroy your ears with the eight tracks that make up this demo. 

D-Beat / Raw Punk - Los Angeles - Califórnia - E.U.A. / U.S.A.

JUPITERIAN - MATRIARCH

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

PRIMITIVE MAN - COMMERCE [OFFICIAL VISUALIZER VIDEO]

STORM OF SEDITION - DECIVILIZE

A Storm of Sedition é uma banda excelente e pra mim é uma das bandas mais interessantes que surgiu nesses últimos três anos. Em 2014 a banda lançou o seu primeiro registro, da qual eu achei extremamente foda, pois os sons tinham um pique muito agressivo ala Nuclear Death Terror. Porém "Decivilize" é um álbum diferente em relação ao primeiro registro, digo isso no sentido de não soar como Nuclear Death Terror e sim mais original, metalizado e com outras influências (isso não quer dizer que a banda não é agressiva musicalmente, muito pelo contrário). Das doze faixas que compõem "Decivilize", eu destaco "Deurbanize", "Mechanism of Defense" (soa como black metal, mas neste caso eu classifico como green metal), "Shackles", "Disconnect", "Education is Colonization" (eu traduzi essa letra para um debate em uma sala de aula na minha universidade), "Death Culture" e "Leviathan". Com relação às letras deste álbum, todas são muito boas e são muito semelhantes ao modo de enxergar o mundo ao meu redor. Além das letras, no encarte contém escritos de Layla Abdelrahim (autora do livro "Wild Children - Domesticated Dreams: Civilization and the Birth of Education" - infelizmente este livro não está disponível em português) e Wolfi Landstreicher (autor do livro "A Rede de Dominação") dentre outras boas informações. Diante de todos esses elogios, eu digo que este "Decivilize" é simplesmente um dos álbuns mais espetaculares lançado em 2016. Fodido! 

Storm of Sedition is an excellent band and for me it's one of the most interesting bands I have heard in the last three years. In 2014 the band released their first record which is to me extremely good, the songs sound aggressively like Nuclear Death Terror. But "Decivilize" is a different album than the first record, I say this in the sense that it does not sound like Nuclear Death Terror but rather more original, metallized and with other influences (although they keep true to their aggressive sound). Of the twelve tracks that make up "Decivilize", I highlight "Deurbanize", "Mechanism of Defense" (sounds like black metal, but in this case I classify it as green metal), "Shackles", "Disconnect", "Education is Colonization" (I translated these lyrics for a debate in a classroom at my university), "Death Culture" and "Leviathan". As for the lyrics on this album, all the words are very good and very similar to the way I see the world around me. In addition to the lyrics, the booklet contains writings by Layla Abdelrahim (author of the book "Wild Children - Domesticated Dreams: Civilization and the Birth of Education" - unfortunately this book is not available in Portuguese language) and Wolfi Landstreicher (author of "The Network of Domination") among other well written information. In view of all these compliments, I say that this "Decivilize" is simply one of the most spectacular albums released in 2016. Great!

Crust / Anarcho Punk / Green Metal / Crustcore - Canadá

THE HAUNTED - PREACHERS OF DEATH

UNDER THE RUINS - TELETURFE

THE VARUKERS - LIVE AT STEN STURE & CO UPPSALA SWEDEN 25-09-1994

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

FEAR OF EXTINCTION - ABYSS

THE UNABOMBER FILES - DARK WEB [AUDIO]

MUKEKA DI RATO - CLUBE DA CRIANÇA JUNKIE

ACID BATH - TOUBABO KOOMI

PRIMATE - DRINKING AND DRIVING [BLACK FLAG COVER]

EXHUMED - LIFELESS

IRON MONKEY - 9-13

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

VAZIO - FORÇA OPOSITORA [AO VIVO NPP]

OZZY OSBOURNE - DREAMER

EXTREME NOISE TERROR IN THE STUDIO AND LIVE

JUPITERIAN - FOREFATHERS

SARKE - DAGGER ENTOMBED

PARADISE LOST - UNTIL THE GRAVE [OFFICIAL LYRIC VIDEO]

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

ARQUIVO KZG - SARCÓFAGO NO FÚRIA METAL [1992] - ENTREVISTA POR GASTÃO MOREIRA

USNEA - EIDOLONS AND THE INCREATE

NAILBITER - NEW ALBUM RECORDING VIDEO [UNMIXED TRACKS]

NASUM - MASS HYPNOSIS / THIS IS / THE MASKED FACE [LIVE @ MDF X]

HAEMORRHAGE - TRANSPORTING CADAVERS

HELMET - IN THE MEANTIME